Higienização de Corpos

É UM PROCESSO DE LIMPEZA SUPERFICIAL PARA O VELÓRIO, QUE RETIRA IMPUREZAS EXISTENTES E MELHORA A SALUBRIDADE. A TÉCNICA É REALIZADA ATRAVÉS DE BANHOS QUE UTILIZAM PRODUTOS DESENVOLVIDOS ESPECIFICAMENTE PARA ESSA FINALIDADE. ESTE PROCEDIMENTO FICA DE MODO NÃO APARENTE E NÃO CONSTRANGE AS PESSOAS QUE VÃO SE DESPEDIR DO ENTE QUERIDO.

TANATOPRAXIA

A LutoPax disponibiliza um laboratório completo e moderno de Tanatopraxia na cidade de Varginha.

Tanatopraxia é a prática de conservar o corpo, “pós-mortem”, através de técnicas de injeção de líquidos específicos, também conhecida como a arte de restauração ou recomposição cadavérica, cuja finalidade é manter a aparência natural do corpo após a morte, semelhante a que ele apresentava em vida, evitando os efeitos naturais de putrefação e fenômeno pós-morte. Graças a Tanatopraxia, os serviços funerários passaram a contar com a possibilidade de prolongar o tempo do funeral, dando oportunidade para que familiares distantes também possam participar dos atos funerais, ou mesmo para que a família possa permanecer mais tempo no velório. Serve, também, para que o corpo possa ser transportado a grandes distâncias para o enterro, bem como para cumprir com as determinações legais para o translado.

A técnica já está amplamente difundida em todo o mundo, sendo algo quase corriqueiro. Exemplo recente disso foi a utilização da Tanatopraxia no corpo do Papa João Paulo II, no caso para permitir que os atos funerais e as homenagens ao pontífice pudessem ser realizadas como programado para essas ocasiões. O principal objetivo do uso da técnica é, no entanto, confortar a família no seu sofrimento pela perda do ente querido, dando-lhe uma aparência agradável e minimizando os efeitos do sofrimento ou da enfermidade, que ficam negativamente marcados na memória afetiva da família. A Tanatopraxia tem por objetivo, ainda, evitar a propagação de moléstias contagiosas e doenças para a comunidade, visto que com essa preparação o corpo recebe um tratamento especial com substâncias germicidas.

Outro ponto importante a ser observado, ligado à técnica, é que ela permite que o corpo se apresente reconstituído para o velório, no caso de vítimas de acidente ou que por outros objetivos tenha o corpo se desfigurado, ou mesmo em estado de putrefação, pois com a reconstituição e preparação cessam-se os efeitos pós-morte e evita-se, assim, o uso de ataúdes fechados ou lacrados que impedem a família de ver seu ente.